woundscapes: sofrimento, criatividade e vida nua

etiqueta

  • exposição

13 de junho a 25 de agosto

terça a sexta, 10 às 21h
sábados, domingos e feriados, 10 às 20h

informações

woundscapes: sofrimento, criatividade e vida nua
entrada franca
retirar senha 30 min antes

descrição

No dia 13 de junho, às 20h, o Centro Universitário Maria Antonia inaugura a exposição Woundscapes: sofrimento, criatividade e vida nua, iniciativa do Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA) e da Associação EBANO Collective, ambos de Lisboa, com o apoio da Comissão de Cultura e Extensão da Faculdade de Saúde Pública da USP. A mostra é um dos eventos comemorativos do ano de Portugal no Brasil.

Na abertura da primeira parte de Woundscapes: sofrimento, criatividade e vida nua, dia 13 de Junho, o Maria Antonia recebe os curadores Chiara Pussetti e Vítor Barros. No dia 8 de agosto será inaugurado o segundo módulo da exposição.

Woundscapes apresenta o sofrimento ligado ao percurso migratório e à marginalidade social, assim como os itinerários terapêuticos e as formas criativas de expressão que imigrantes e refugiados encontram para curar e narrar suas feridas - físicas e simbólicas -, através de cinco seções: Corpos despidos, vida nua; Mercados de cura; Umbanda e Candomblé; Refugiados; e Criatividade nas margens. Parte final de três projetos de pesquisa em antropologia, dedicados à vulnerabilidade social e à criatividade das margens, esta exposição liga o meio acadêmico à sociedade, divulgando os resultados desta pesquisa antropológica através de imagens, vídeos, sons, fotografias e desenhos, fruto de experiências de sofrimento.

A exposição, que será exibida no Centro Universitário Maria Antonia em duas fases (o primeiro módulo estará aberto entre os dias 13 de junho e 28 de julho; o segundo entre 8 de agosto e 25 de agosto), percorre um território marcado por percursos reais ou imaginados em que se cruzam, vivem e interagem crianças de rua, jovens e imigrantes, além de instituições, serviços, terapeutas e profissionais do setor social.