fantasia

etiqueta

  • mostra cinematográfica

30 de julho a 14 de agosto

sábado e domingo
horários variádos

informações

fantasia
entrada franca

descrição

O Centro Universitário Maria Antonia em parceria com o Cinusp promove a mostra Fantasia — Entre o real e o imaginário, com uma seleção de filmes que tratam das relações entre realidade e imaginação, incluindo grandes sucessos e filmes cult como, entre outros, O Mágico de Oz (de Victor Fleming, 1939), A Bela e a Fera (de Jean Cocteau, 1946), Um Dia Um Gato (de Vojtech Jasny, 1963), Branca de Neve (de João César Monteiro, 2000), Peixe Grande (de Tim Burton, 2003) e o brasileiro Castelo Rá-Tim-Bum (de Cao Hamburger, 1999).

Desde seus inícios, ainda no século XIX, o cinema chamou a atenção não só por sua reprodução da realidade, mas também por seu potencial onírico, com obras que abordam o fantástico, como os famosos curtas de Méliès e de outros realizadores. Nesses filmes pioneiros, a imaginação de artistas visionários encontrou soluções inventivas para materializar na tela o produto de sonhos e fantasias.

O uso de truques de montagem e efeitos visuais incipientes em filmes de enquadramento frontal e sem profundidade de campo — o chamado “cinema de atrações” — foram os expedientes o método para deixar ver uma série de seres (fadas, sereias, demônios) e lugares imaginários nesse primeiro cinema. Daí deriva toda a criatividade posterior de cineastas que trilharam caminhos diversos na realização de suas histórias fantásticas. Efeitos especiais de superproduções, animação em stop-motion, estranhamento de objetos cotidianos, narração que confere à aparente realidade do mundo um teor mágico: várias são as maneiras que o cinema tem de realizar a fantasia, que é o foco dessas mostra.

Na sala Paulo Emílio do Cinusp, localizada na Cidade Universitária a programação se estende de 25 de julho a 12 de agosto. Confira abaixo a programação de filmes na sala Carlos Reinchenbach, do Maria Antonia, entre os dias 30 de julho e 14 de agosto.

30 de julho, sábado
16h
O Labirinto do Fauno (Espanha, México, EUA, 2006, 118 min.). Direção: Guillermo del Toro
18h
Finisterrae (Espanha, 2010, 79 min.). Direção: Sergio Caballer
20h
Branca de neve (Portugal, 2000, 75 min.). Direção: João César Monteiro

31 de julho, domingo
18h
Alice (Tchecoslováquia, Suíça, Reino Unido, Alemanha Oriental, 1988, 86 min.). Direção: Jan Svankmajer
20h
Matilda (EUA, 1996, 98 min.). Direção: Danny DeVito

06 de agosto, sábado
16h
O Mágico de Oz (EUA, 1939, 101 min.). Direção: Victor Fleming
18h
O Mundo Vivente (França, Bélgica, 2003, 71 min.). Direção: Eugène Green
O Balão Vermelho (França, 1956, 34 min.). Direção: Albert Lamorisse
20h
A História sem Fim (EUA, Alemanha Oriental, 1984, 102 min.). Direção: Wolfgang Petersen

07 de agosto, domingo
18h
A Lenda da Fortaleza Suram (URSS, 1984, 88 min.). Direção: Sergei Parajanov, Dodo Abashidze
20h
A Bela e a Fera (França, 1946, 96 min.). Direção: Jean Cocteau

13 de agosto, sábado
16h
Andarilho do Deserto (França, Tunísia, 1986, 95 min.). Direção: Nacer Khemir
18h
Um dia, Um gato (Tchecoslováquia, 1963, 91 min.). Direção: Vojtech Jasny
20h
Castelo Rá-Tim-Bum (Brasil, 1999, 108 min.). Direção: Cao Hamburger

14 de agosto, domingo
18h
Peixe Grande e suas Histórias Maravilhosas (EUA, 2003, 125 min.). Direção: Tim Burton
20h
Herói (China, Hong Kong, 2002, 99 min.). Direção: Yimou Zhang