personagens e perversões literárias

informações

literatura no centro

07, 14, 21 e 28 de agosto de 2013

quartas, 16 às 18h

curso

personagens e perversões literárias

Eliane Robert Moraes

R$200

descontos
20% alunos e professores
40% terceira idade

programa curso

Na literatura, a perversão se realiza por meio de palavras, muitas vezes orientadas pela noção de desvio, desmentindo os imaginários correntes e deslocando os discursos sociais para além de sua habitual zona de conforto. É daí que provém seu poder de perturbação. Essas questões são abordadas por meio da análise de personagens de obras de Georges Bataille, Vladimir Nabokov e Hilda Hist, que, cada qual à sua maneira, associam a perversão à infância.

07 de agosto
A perversão no corpo da língua: breve introdução à erótica literária

14 de agosto
Devasso e glacial: o jovem narrador da História do Olho, de Georges Bataille.

21 de agosto
Pervertido e ingênuo: o pervertido Humbert Humbert em Lolita, de Vladimir Nabokov.

28 de agosto
Perversa e polimorfa: a protagonista infantil do Caderno Rosa de Lori Lamby, de Hilda Hilst.

Eliane Robert Moraes é bacharel em ciências sociais e doutora em filosofia, ambos pela FFLCH-USP, onde leciona Literatura Brasileira. Publicou, dentre outros, Sade - a felicidade libertina (Imago, 1994), O Corpo impossível – a decomposição da figura humana, de Lautréamont a Bataille (Iluminuras, 2002) e Perversos, amantes e outros trágicos (Iluminuras, 2013).