habitações indígenas na América do Sul

informações

19 e 26 de fevereiro
5 e 12 de março

segundas-feiras, das 18h às 21h

curso

habitações indígenas na América do Sul

Alessandro Barghini

R$200

descontos
20% para estudantes e professores
40% para terceira idade

informações
11 3123 5213 / 5214
cursosma@usp.br

programa curso

Tendo em vista que as habitações indígenas são, frequentemente, analisadas de forma segmentada, o Centro Universitário Maria Antonia, juntamente com o professor Alessandro Barghini propõem uma nova perspectiva sobre o assunto, com o curso “Habitações Indígenas na América do Sul”.
O curso visa uma análise holística sobre as habitações indígenas na América do Sul, convergindo cultura, clima e construções.

19 de fevereiro
A primeira aula de estudo de casos cobre um corte horizontal na altura do equador, passando do clima equatorial superúmido da costa ao clima com inverno seco da parte central da Amazônia, ao clima superúmido do Alto Amazonas, com a transição climática da cordilheira andina e a volta ao clima tropical da costa do Equador. Corte horizontal na altura do Equador, com a análise de exemplos de edificações nas transições entre os climas Af, Am e Aw, da Bacia Amazônica.

26 de fevereiro
A segunda aula de estudo de casos desce da região equatorial brasileira em direção ao sul até o Rio Grande do Sul, seguindo dois caminhos, o caminho do litoral e o caminho do Planalto central.

5 de março
A terceira aula de estudo de casos desce da região do Equador (Guayaquil) em direção ao sul até Santiago, seguindo em paralelo duas vertentes climáticas, da costa e da montanha.

12 de março
A quarta aula de estudo de casos trata em paralelo as habitações dos pampas e dos mapuches, até chegar à Patagônia e à Terra do Fogo.

Alessandro Barghini possui graduação em Ciência Politica - Universitá di Roma La Sapienza (1964) e trabalhou por mais de 50 anos na área do planejamento energético, realizando trabalhos na Europa, na América do Norte e do Sul e na Polinésia para grandes empresas e para organizações internacionais. No ano 2.000 cursou o programa de Ecologia no Instituto de Biociências da USP, obtendo o título de mestre (2003) e de doutor (2008) em Ecologia. Atualmente realiza um pós-doutorado no Museu de Arqueologia e Etnologia da USP com pesquisas sobre as habitações indígenas.